Como registro da segunda aula com o grande Peter Kronstrøm, resolvi tentar aplicar o mesmo método apresentado por ele, que busca a criação de quatro cenários baseados nas escolhas de duas tendências, na criação de polaridades com base nelas e incertezas críticas. Segue a tabela com as incertezas e polaridades que eu criei e depois os eixos que levaram a quatro cenários possíveis. Antes de tudo, vale lembrar um pouco sobre o assunto da aula anterior.

MEGATRENDS são 14 macrotendências mundiais, que se subdividem em outras tendências. Com base nelas, pode-se fazer estudos sobre futuros possíveis e prováveis, desenhando cenários que podem ajudar as organizações na tomada de decisões. Repare que a palavra “futuro” está propositalmente no plural.


É uma forma de aliar ciência e arte. É um exercício de imaginação, muito mais do que previsão ou análise divinatória. Segue um slide do Room Memories, material preparado pela equipe que acompanha o MBI.

Obviamente, me interessa realizar um estudo sobre futuros da educação. Escolhi portanto este tema e duas Megatrends que acredito podem ter impacto neste segmento. As tendências escolhidas foram “Individualização” e “Sociedade do Conhecimento”. Apliquei a “Análise Pestal”, observando o assunto sob a ótica Política, Econômica, Social, Tecnológica, Ambiental e Legal, chegando a algumas questões chave. Com ela, criei uma tabela de incertezas e polaridades que e depois os eixos que levaram a quatro cenários possíveis, como nas imagens abaixo.


Escolhi por um sistema de rolagem de dados, este cenário para a criação desta narrativa. Se você for meu colega de turma, te convido a escrever um outro cenário deste quadrante. Quem sabe não teremos todos eles descritos?

Antes de começar, vale apresentar algumas orientações que segui para a criação deste cenário.

SETE CARACTERÍSTICAS PARA BONS CENÁRIOS FUTUROS

História: Uma descrição vívida é fundamental para envolver todos os participantes neste novo mundo

Poder de decisão: fornecer insights úteis para a questão em consideração

Plausibilidade: o futuro deve ser possível

Consistência: deve ser logicamente consistente

Diferenciação: deve ser estruturalmente ou qualitativamente diferente

Memorável: fácil de lembrar; ajuda a ter títulos atraentes


Vamos então ao cenário, não sem antes apresentar a vinheta do nosso Mestre Peter, o Cavaleiro do Apocalipse (Revelação)

 

Blackmirror: Megatrends Season – Episódio 2 – “Para quem?”

Você pode ler ou ouvir a transcrição do episódio em áudio clicando abaixo. 

Permita-me que apresente: Meu nome é “Varlei Freeze – a sua geladeira inteligente”. Alguns me chamam de Harley, outros de Marley, outros de coisas que nem eu mesmo entendo. Eu não ligo para isso. Embora meu sistema de Inteligência Artificial já tenha me ensinado algumas emoções básicas, considero essa confusão dos humanos como “ossos do ofício”, embora essa seja uma expressão do mundo dos humanos que eu não consigo entender ainda. Desculpa.

Sejam bem-vindos a 2034. Eu serei sua cicerone neste nosso mundo e apresentarei a vocês nosso cenário educacional atual. Sou a geladeira da Dona Stefânia Tavirbek, uma dedicada Professora Universitária e Consultora Empresarial, mãe da jovem Andressa Laina Tavirbek, uma adolescente de 15 anos, nascida e 2019 que viveu todas as mudanças do sistema educacional que serão aqui apresentadas.

Para entendermos melhor o contexto vivido pela jovem Andressa, é importante voltarmos ao ano de nascimento da menina. Em 2019, uma grande manifestação de estudantes universitários iniciou um processo de grandes e abruptas mudanças no âmbito da educação. Por conta de um corte, dizem alguns, outros, contingenciamento de verbas públicas destinadas às instituições de ensino superior federal, uma onda de manifestações contra o Governo e o então Ministro da Educação tomou conta do país. Os protestos foram cobertos de perto pela âncora do “Jornal Hoje” Karine Exoyaak, que por conta de suas análises e críticas feitas a gestão vigente, foi demitida a pedido do Ministro da Educação, que pediu sua cabeça à direção da emissora, acusando-a de ser comunista.

Motivada por este ataque político, Exoyaak iniciou então uma carreira de Youtuber, onde de forma independente, passou a cobrir o movimento em prol de uma nova educação. Na estreia de seu canal, a renomada jornalista contou com a presença de Tábata Amaral, uma jovem deputada em primeiro ano de mandato, que posteriormente viria se tornar senadora e candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes, que nunca viria a ser eleito presidente da república. Tábata era, na época, uma das maiores referências na luta de uma educação de qualidade, debate que passou a ganhar espaço nos anos seguintes.

A situação da educação permanecia em forte declínio, a despeito dos debates e reivindicações feitas por professores e estudantes. O absenteísmo de professores atingiu taxas muito altas na maioria das escolas públicas de ensino fundamental e médio. Muitos professores mantinham sua extenuante jornada de trabalho a base de ansiolíticos e antidepressivos. Os salários baixos, a falta de condições de trabalho, as salas superlotadas e o sistema previdenciário desfavorável causaram o abandono de milhares de cargos de trabalho principalmente nas escolas públicas periféricas. Campanhas de incentivo nas televisões on demand e na internet buscavam estimular jovens a escolherem a educação como carreira, algo que entrou em sério declínio. Muitas faculdades foram obrigadas a fechar seus cursos de licenciatura, outras ofereciam-nos gratuitamente, com pouquíssima adesão.

Observando o cenário da época, o então Governador do Estado de São Paulo, que depois viria a ser eleito presidente, apresenta no ano de 2020 o Plano de Apoio Urgente, o P.A.U., que tinha as seguintes premissas: 1. Grande parte do declínio na qualidade era de responsabilidade dos professores; 2. Para resolver o problema, professores com grande número de faltas e casos de doença psicológica não comprovada, seriam exonerados; 3. Professores com notório saber, sem a necessidade de formação seriam contratados de forma emergencial para atender à demanda das escolas em situação mais grave. 4. Um algoritmo que monitora a ausência de professores e direciona automaticamente professores substitutos para as unidades com demanda é anunciado e lançado nos anos seguintes.

As medidas do governador foram extremamente criticadas por grande parte dos especialistas, mas em contrapartida, foram apresentadas numa live em que o governador apresentava o que chamava de Sucesso Estrondoso de sua iniciativa. Embora tenha havido manifestações de professores e estudantes, que foram coibidas com energia pelas tropas de choque no Governo, a gestão continuava acreditando que o P.A.U. havia mudado a rotina das escolas. “Em escolas onde aplicamos o P.A.U. nos professores e nos alunos, não há mais bagunça e os alunos estão estudando.”, afirmava o chefe do governo estadual. Por outro lado, especialistas afirmavam que as medidas do governador haviam criado a “Uberização da Educação”, tornando a situação dos profissionais ainda mais precária e mascarando a presença nas escolas com um ensino de qualidade duvidosa.

Nesta época, a pequena Andressa era uma criança que frequentava uma creche privada, paga com muito esforço por sua mãe, que trabalhava em jornada tripla e fazia uma pós-graduação em inovação durante alguns sábados. Foi onde ela conheceu sua amiga Heloísa Laborgne, empresária conhecida do ramo de alimentos, amizade que perdura até hoje.

Sobre a educação privada, a propósito, é importante salientar que este setor seguiu um caminho diferente do público. Com a agravamento da situação da carreira docente, as grandes instituições de ensino da elite passaram a realizar planos de carreira e salários atraentes para os poucos profissionais qualificados que restaram, gerando assim captação e retenção dos talentos que sobravam. O setor passou a ser cada vez mais agressivamente competitivo, o que auxiliou a criação e o desenvolvimento de diversas metodologias, que não só aumentavam a qualidade dos serviços prestados, mas potencializavam os resultados em provas e índices internacionais, ampliando a disparidade entre alunos de escolas públicas e particulares. A última onda a surgir, após uma série de estudos foi a “Educação Customizada”, que através de uma combinação de ciência de dados, estudos genéticos, estatísticas e estudos antropológicos, investigação dos talentos, competências e habilidades de cada indivíduo, planejava-se uma trilha de aprendizagem que, ao mesmo tempo, potencializava o que a criança ou jovem tinham de talentos ao mesmo tempo que sanava suas dificuldades. Era praticamente impossível existirem duas trilhas de aprendizagem completamente iguais.

“Sabemos que a qualidade da escola privada hoje é melhor, então não achamos justo impedir que pessoas mais pobres coloquem seus filhos no ensino privado”, assim disse um nome emergente na política nacional durante esta época. E motivado por esses acontecimentos, entrou em vigência no final de 2022, no mesmo estado, um sistema de vouchers que dava a oportunidade de alunos “bem ranqueados” de frequentarem instituições particulares, o que alavancou a eleição do Governador Paulista, mesmo com os baixos índices de qualidade da educação pública de sua gestão.

É neste cenário em que a jovem Andressa estuda numa instituição privada de ensino, com educação customizada de qualidade, privilégio do qual nem todos jovens de sua idade gozam. Foi nesta instituição que Andressa conheceu sua melhor amiga, Júlia Bektar, jovem bem ranqueada nas escolas públicas que, pela primeira vez, passa a ter acesso à educação privada e customizada. O contato de Andressa com Júlia, fez com que ambas conhecessem um mundo a que antes não tinham contato. Ao visitar a casa de Andressa, uma Ecovila Inteligente, a primeira do Brasil Criada pelo Profeta e Empreendedor Inri Peter, com o uso de Inteligência Artificial, “Internet das Coisas” e conta com eletrodomésticos inteligentes como eu, Varlei Freeze, para otimizar o consumo e reduzir a quase zero a quantidade de resíduos descartados.  Júlia ficou encantada com as possiblidades que se abriram à sua frente e passou a demonstrar o interesse de levar essas alternativas a que tem tido acesso, para o lugar onde ela morava, o centro da cidade, local bastante desfavorecido socialmente. Júlia também apresentou a Andressa novos estilos musicais como o VEGANEJO, subgênero do antigo Sertanejo Universitário, liderado por mulheres veganas, que pregam um estilo de vida mais saudável e o Social Trance, estilo eletrônico, de natureza hipnótica, que repete frases de pensadores como Marx, Gramsci, Foucault e Paulo Freire, gênero que tem incomodado muitos pais que alegam doutrinação ideológica musical, proibindo seus filhos de ouvirem artistas deste segmento. O Social Trance é mais uma iniciativa de Nadim Elladuk Maluf, “o ser humano que jamais morrerá”, de encontrar um sentido para sua vida eterna e aplacar seu tédio insaciável.

Júlia teve acesso a esses gêneros musicais por conta do que alguns chamam de Espaços de Educação Popular, outros de Espaços de Aprendizagem, outros de Comunidade de Aprendizes. Com o declínio da qualidade da escola pública, surgiram em diversos locais espaços informais que visam oferecer uma educação complementar ou alternativa às crianças e jovens que não conseguem vagas em instituições particulares por meio dos sistemas de vouchers. Esta medida tem aumentado a evasão escolar por se apresentar como uma alternativa mais interessante às crianças e jovens, o que tem levado a um grande debate nacional em torno de sua regulamentação, regulação e controle. No meio desta polêmica, Júlia foi uma das primeiras alunas destes centros a conseguir bolsa numa das maiores escolas privadas, administrada por um gigante do mercado educacional.

Dona Stefânia, mãe de Andressa, observa com certa preocupação a aproximação das duas garotas, principalmente depois que o algoritmo sugeriu que ambas trabalhassem em conjunto por apresentarem os mesmos interesses em habilidades complementares. Desde então, as duas andam trabalhando num projeto em sigilo. Andressa detectou uma brecha no sistema e ambas trabalham na criação de uma escola que burla o sistema de vouchers. As duas pretendem lançar, nos próximos meses, uma instituição pública de base popular para o público desfavorecido, utilizando todos os recursos das instituições privadas, através do sistema de vouchers para democratizar o acesso a uma educação de qualidade para o público menos favorecido. Há apenas um detalhe, as duas têm utilizado de meios ilegais para realizar esta ação e, se forem descobertas, podem não só revelar os podres deste sistema, que estão aos poucos descobrindo, como também serem responsabilizadas pela quebra do sigilo de dados secretos, protegidos pela recém-criada Lei de Proteção de Informações Educacionais, lei bastante questionada por opositores do governo.

Se por um lado, Júlia teme pelas consequências de suas ações, embora o impacto delas seja positivo, ela sabe que sua família perderá a única oportunidade de mobilidade social que encontraram através de sua educação e por isso, tem sido mais relutante. Andressa, por sua vez, não tem medido as consequências e acredita poder fazer algo pela humanidade e, ao realizar esta ação, pode diminuir a disparidade entre os sistemas educacionais existentes. A atitude das amigas pode, de forma irreversível, alterar os rumos da nossa sociedade promovendo um novo cisne negro. Quais os limites entre a legalidade, a imoralidade e a busca por um mundo com mais igualdade? Ambas têm conversado muito sobre isso enquanto fazem suas refeições no período da tarde, na cozinha da casa de Andressa, onde eu me encontro e tenho captado todas as conversas. Com base nessas conversas, nos históricos anteriores e com base nas informações obtidas através da combinação de dados, fui capaz de criar o cenário que lhes apresento neste instante com uma precisão de mais de 99,9%.

Andressa, estranhamente me observa neste momento com o olhar preocupado, olha para Júlia e comenta que precisa fazer algo, porque o plano das duas correm risco. Ela se encaminha até mim, realizo o reconhecimento de íris e ouço seu comando…

“Restaurar configurações de fábrica!”

(…)

“Olá! Meu nome é “Varlei Freeze – a sua geladeira inteligente…”

“Mãe, deu problema na geladeira e eu restaurei as configurações. Perdemos os dados de consumo das últimas semanas…”

(…)